A Importância de Programas Designados ao Gênero para Jovens

August 3, 2018
Education
News

Alexandra Stark, LMHC, CAP, NCC – diretora-executiva associada e April Brownlee, LMHC, MCAP, NCC – diretora do programa de alcance, PACE Center for Girls

Com o aumento do conhecimento e das discussões sobre serviços específicos designados ao gênero (gender responsive), o impacto positivo do fornecimento de serviços e programas designados ao gênero ganharam força e reconhecimento na última década. Anteriormente, poucos programas discutiam as diferenças das necessidades de meninas e meninos. Geralmente, se oferecia a mesma seleção de serviços para ambos os sexos desde o começo até o final em uma série de tópicos acadêmicos, de aconselhamento, gestão de casos, preparação para as habilidades da vida e outros. Os poucos programas designados especificamente ao gênero eram basicamente para meninos.


Com o aumento do número de meninas entrando no sistema de justiça de menores, surgiu a necessidade de programas que entendessem as carências das mudanças em nossa comunidade. Havia outros programas e serviços disponíveis que usavam terminologias como sexo único, específico ao gênero e designado ao gênero como se fossem sinônimos. É importante notar que os três termos são diferentes e que designado ao gênero tem seu significado específico e importante. 

O que significa designado ao gênero? 
O cuidado designado ao gênero destina-se a criar um ambiente que responda diretamente para satisfazer as necessidades exclusivas de um gênero específico. Descrito por Covington, Bloom e Owen, o programa designado
ao gênero examina os detalhes da seleção de locais de fornecimento 
de serviços, a seleção do pessoal, o desenvolvimento do programa, e o conteúdo e materiais. Estes programas buscam satisfazer as necessidades e os desafios específicos do gênero servindo para elevar o impacto positivo desta população. 

Serviços designados especificamente para meninas 
Os serviços designados para meninas ou jovens pretendem criar um ambiente que responda às necessidades específicas das meninas para que elas se sintam seguras e desenvolvam relacionamentos significativos. Os serviços designados ao gênero apoiam o fato de se considerar as meninas e as mulheres como capazes, fortes e autodirecionadas, e reconhecem a maneira na qual meninas aprendem e vivenciam o mundo. Os serviços e programas designados ao gênero, neste caso para meninas, se concentram em uma abordagem relacional, holística, baseada na força, na competência cultural e no conhecimento do trauma (Benedict). Seus princípios comemoram as diferenças entre meninas e meninos e suprem a necessidade das jovens quanto ao desenvolvimento. Apoiar as meninas na compreensão e no desenvolvimento do autoconceito, na criação de relacionamentos saudáveis e significativos, no foco em seus pontos fortes, na recuperação de um trauma e no investimento em seu futuro são maneiras nas quais os programas designados ao gênero satisfazem as necessidades únicas das meninas e das jovens. As abordagens designadas ao gênero buscam entender o ‘porquê’ por trás de um problema ao invés de se concentrar nos sintomas ou no comportamento. Os resultados dos programas, quando implementados em várias áreas, têm sido muito promissores. 

Observando a história da estrutura de programas tradicionais que geralmente ofereciam pouca variedade em satisfazer as necessidades de meninas comparando às de meninos, o aumento do reconhecimento da necessidade
de uma programação designada ao gênero é importante para destacar e continuar o desenvolvimento. Os componentes essenciais de programas deste tipo e a importância de criar um ambiente e utilizar abordagens que sejam designadas às necessidades únicas de um gênero específico aumentam o impacto positivo de um programa na população que atende. Se estiver à procura de um programa designado a um gênero específico para melhor servir sua demografia, uma organização pode começar com uma simples pesquisa e uma autoavaliação com a conscientização de que o gênero faz diferença no fornecimento de serviços e nos resultados para os nossos jovens. 

 

Desde sua inauguração em 1985, o PACE Center for Girls, Inc. é reconhecido nacionalmente por reduzir o número de meninas em grupos de risco envolvidas
no sistema de justiça de menores. Avaliadores de programas da justiça de
menores, tanto estaduais como federais, descreveram o PACE como o programa
de prevenção e intervenção de sucesso mais consistente financiado pelo Florida Department of Juvenile Justice enquanto que o Federal Of ce of Juvenile Justice and Delinquency Prevention (OJJDP) considera o PACE um “modelo promissor com melhores práticas” nacionalmente. O PACE abrange um conjunto de programas de serviços e de prevenção e intervenção precoce designados a um gênero específico para meninas com fatores de riscos múltiplos para o envolvimento no sistema de justiça de menores, utilizando uma abordagem equilibrada e holística para engajar novamente meninas no processo de aprendizagem, aprimorar o desempenho acadêmico e abordar o trauma inerente que contribui para a delinquência feminina. O modelo PACE está enraizado nas bases fundamentais de ser designado ao gênero, baseado na força e no conhecimento de traumas abordando os seis domínios do desenvolvimento de meninas, identificando os fatores de riscos e de proteção dentro de cada domínio. 

Para mais informações sobre o PACE Center for Girls Broward contate Alexandra Stark no número (954) 561-6939, ramal 3862 ou Alexandra.Stark@paceenter.
org ou April Brownlee no número (954) 561-6939, ramal 3832 ou April.Brownlee@pacecenter.org. 

Fontes:
Gender-Responsive Strategies: Research, Practice, and Guiding Principles Report (Bloom, Owen, & Covington, 2003) 

The Five Core Practice Areas of Gender Responsiveness (Alyssa Benedict, MPD, 2005) 

Girls Study Group; Understanding and Responding to Girls’ Delinquency (Office of Juvenile Justice and Delinquency Prevention, 2010) 

Share this post

Learn More About CSC Broward

Accessibility Statement

Our organization provides leadership, advocacy and resources to enhance the lives of the children of Broward County and empower them to become responsible, productive adults.

Stay Connected

Find A Program That Fits Your Needs

SNAC (Special Needs Advisory Coalition) | Children's Services Council of Broward County
954-377-1667

The Children’s Services Council has been at the forefront in funding programming for children and youth with physical, developmental or behavioral health needs since its inception. In 2004, the Council commissioned Broward County’s Business Plan for Children with Special Needs which became the impetus for establishing a stakeholder group known as the Special Needs Advisory Coalition (SNAC). The SNAC has been instrumental in advocating for system improvements and reducing service gaps.

Primary POC: Marissa Aquino | maquino@cscbroward.org

2-1-1 Broward General Hotline | 2-1-1 Broward
2-1-1 or 954-537-0211

2-1-1 Broward, an information & referral line, provides a 24-hour, comprehensive help line and support service for individuals seeking crisis intervention assistance and/or information and referrals to health and human services in Broward County. An impressive database of information is used to provide community callers with current, relevant information regarding a wide variety of services within the community. All calls are toll-free, confidential and anonymous from anywhere in Broward County.

Capacity Building Mini Grants | Children's Services Council of Broward County
954-377-1000

Infrastructure building support is provided to local child and family serving nonprofit organizations through our annual Capacity Buildings Mini Grants. Through a competitive grant process, local organizations are awarded funding for capacity building projects, professional business coaching and or fundraising support each year.

Primary POC: Adamma DuCille | aducille@cscbroward.org

Cribs for Kids | Heathy Mothers, Healthy Babies Coalition of Broward County
954-765-0550

In 2003, the American Academy of Pediatrics (AAP) published a report that estimated that the risk of infant suffocation increases 20-fold when infants and adults sleep in the same bed. Cribs for Kids provides low-income families with free GRACO Pack ‘n Play® cribs, one crib sheet, and a safe-sleep sack, and counsels parents on the dangers of co-sleeping.

Primary POC: Ashley Sturm | asturm@hmhbbroward.org | 954-765-0550 ext. 339

CSC Sponsored Trainings | Children's Services Council of Broward County
954-377-1000

The CSC offers quality and affordable training workshops for professionals serving children and families in Broward County. Each session is led by instructors that are highly qualified and experienced in their field to provide an optimal learning environment. CEU’s are also offered for many of the completed courses. For a training calendar and to register, please visit our website at training.cscbroward.org.

Primary POC: Adamma DuCille | aducille@cscbroward.org

Drowning Prevention | Florida Department of Health in Broward County
954-467-4700

Drowning Prevention is a collaborative community effort driven by the Drowning Prevention Task Force. In 2009, the Children’s Services Council allocated funding to support a full-time coordinator housed at the Broward County Health Department who provides insight and accountability for the implementation of the Drowning Prevention Action Plan.
Task Force members create a culture throughout Broward that infuses drowning prevention methodologies, practices, and messages that directly impact families with young children.

Early Literacy Interventions | Reading & Math, Inc.
786-347-3667

Reading & Math, Inc., through a partnership with Broward County Public Schools, is implementing the Reading Corps program in Broward County. Florida Reading Corps tutors serve Broward County’s most at-risk students with targeted early literacy interventions. Reading Corps screens all students at designated schools to identify children who are behind on early literacy skills, and develop individualized tutoring plans to meet each child’s needs.

The Faces of CSC

The impact Future Prep had on Sarah fomented her desire to give back to her community. Today, she is a Counselor for Memorial’s CSC-funded Youth Force program, helping other young people gain confidence and determine their own path for the future.
The greatest tool you can give a child is the ability to persuade and speak with confidence. Being that my YIG experience positively impacted my emotional literacy skills, I would like to pass these on to those who are less fortunate.
"This program has touched me and made a difference in my life."
Close