Obesidade Infantil

August 25, 2020
Education
Basic Needs
Health and Mental Care
Family Support
Girls running together and laughing

Alden Bergeron, RDN, LD/N, gerente de nutrição do Poverello

Nos Estados Unidos, as indústrias de marketing e propaganda de alimentos têm se concentrado discretamente em atrair o público infantil e os adolescentes. As técnicas de marketing de alimentos geralmente usadas para atingir crianças e adolescentes incluem comerciais estratégicos de televisão, a internet, o marketing dentro das escolas, o posicionamento de produtos nas lojas e os logotipos das marcas de produtos[1]. O marketing direcionado especificamente ao público jovem afeta diretamente as opções de alimentos, preferências e hábitos alimentares que precedem a vida adulta. Infelizmente, a maioria dos alimentos com o marketing direcionado a crianças e adolescentes é predominantemente rica em calorias, açúcares refinados, sódio e/ou gorduras saturadas. Em consequência disso, a obesidade infantil nos Estados Unidos se eleva cada vez mais, a uma taxa alarmante.A obesidade infantil pode causar vários riscos prejudiciais potenciais à saúde como a obesidade na idade adulta, diabetes, doenças cardiovasculares, câncer e morte prematura.

Os Centers for Disease Control and Prevention (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) relata que a prevalência da obesidade infantil aumentou mais do que o dobro entre crianças de 2 a 5 anos (de 5,0% para 12,4%) e nas crianças de 6 a 11 anos (de 6,5% para 17,0%);  em adolescentes de 12 a 19 anos,os índices de prevalência triplicaram  (de 5,0% para 17,6%). O Center for Disease Control (CDC) define obesidade como o excesso de peso corporal, que é determinado  usando-se o índice de massa corporal -  IMC. O IMC mede a proporção entre a altura e o  peso para avaliar o status do peso.O CDC recomenda que os profissionais da área de saúde usem os índices do percentil do IMC para a medição de crianças e jovens entre 2 e 20 anos;   adicionalmente, os profissionais da área de saúde usam gráficos de crescimento para determinar os índices do percentil do IMC para crianças e jovens.O CDC define uma criança e um adolescente como acima do peso se o IMC for igual ou acima do percentil 85 e abaixo do percentil 95 em relação ao gráfico de crescimento; também define a obesidade em crianças e adolescentes com um IMC igual ou acima do percentil 95 em relação ao gráfico de crescimento.

A epidemia de obesidade infantil pode ser atribuída ao saturamento de técnicas de marketing direcionadas às crianças e adolescentes e à vida cada vez mais sedentária dos jovens de hoje. Os índices de obesidade em crianças coincidem com o aumento de horas passadas em frente à tela de dispositivos como computadores, tablets, vídeo games e televisão. Pesquisam indicam que crianças expostas a mais de três horas de televisão por dia têm uma probabilidade 50% maior de estarem acima do peso ou se tornarem obesas. Os programas infantis na televisão são  dominados por aproximadamente 50% de propagandas de alimentos não saudáveis como doces, lanches, cereais, sucos de frutas e fast food.Iniciativas de prevenção para combater o  aumento de peso excessivo devem ser implementadas antes de as crianças e adolescentes chegarem à idade adulta Os adolescentes que apresentam preparo físico inadequado e/o obesidade têm uma susceptibilidade maior de sofrer no futuro de doenças crônicas como distúrbios cardiovasculares e diabetes. Um estudo recente examinou a correlação entre a boa forma cardiorrespiratória e o peso dos adolescentes de 16 a 19 anos de idade, e concluiu que a forma cardiorrespiratória inadequada está fortemente associada a deficiências futuras, com os maiores riscos observados em indivíduos obesos.

É crítico estabelecer hábitos alimentares saudáveis desde cedo para a prevenção da obesidade infantil. As crianças frequentemente imitam os hábitos alimentares dos pais; portanto, é essencial que os pais sirvam como exemplo ilustrando a importância de se consumir alimentos saudáveis, ao invés de alimentos processados. Encarar os alimentos consumidos com uma mentalidade terapêutica previne resultados de saúde negativos no futuro.Como disse Hipócrates, o médico da Grécia antiga “Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”.Você tem a opção de consumir alimentos que previnem as doenças crônicas ou que o levarão a sofrer de várias delas.Implementar mudanças terapêuticas de estilo de vida desde cedo garantirá que crianças e adolescentes cresçam para se tornar adultos saudáveis.Além de estabelecer hábitos alimentares saudáveis é também importante participar rotineiramente de atividades físicas para combater o aumento de peso não intencional. As Diretrizes Dietéticas para Americanos(Dietary Guidelines for Americans) recomendam que crianças e adolescentes mantenham um equilíbrio saudável entre calorias/energia para prevenir o risco do aumento excessivo de peso.Os pais devem estabelecer limites para o tempo que os filhos passam em frente à tela e incentivá-los a praticar 60 minutos de atividade física diariamente para combater o aumento indesejável de peso. Os membros da família podem participar juntos de atividades físicas divertidas como andar de bicicleta, caminhadas, nadar, fazer ioga ou praticar esportes no parque local. Definir uma rotina de atividades físicas diárias reduz as chances de seu filho estar acima do peso ou se tornar obeso. Lembre-se: coma da maneira certa e divirta-se bastante fazendo atividades físicas! 

O Poverello Center, Inc. fornece alimentos nutritivos, serviços e artigos de primeira necessidade com o mais alto grau de compreensão, respeito e amor para indivíduos que sofrem de doenças crônicas ou sérias, incluindo HIV, no sul da Flórida. 

Share this post

Learn More About CSC Broward

Accessibility Statement

Our organization provides leadership, advocacy and resources to enhance the lives of the children of Broward County and empower them to become responsible, productive adults.

Stay Connected