Quadris Saudáveis

June 17, 2018
Health and Mental Care
News

Dr. Eric Eisner, cirurgião de Ortopedia Pediátrica e especialista em preservação da função do quadril, Departamento de Cirurgia Ortopédica e Centro de Preservação da Função do Quadril Joe DiMaggio Children’s Hospital


A maioria das pessoas tem um amigo ou um parente que teve que sesubmeter a uma cirurgia de substituição do quadril. Na verdade, por voltade 2030, prevê-se que o número de americanos que precisará dessacirurgia seja de aproximadamente 600.000. Porém, muitas condições quepredispõem o desenvolvimento da artrite podem ser diagnosticadas e tratadas precocemente. Embora a maioria das pessoas não considere que a artrite possa se beneficiar de cuidados médicos preventivos, a avaliação e o tratamento realizado por um médico especializado em quadril de crianças podem ajudar significativamente pacientes com maiores riscos de vir a sofrer devido a um quadril artrítico. Uma maneira simples de entender a articulação do quadril é imaginar uma bola em um encaixe redondo. Imagine o pneu de um carro; um pneu deformado ou desalinhado vai desgastar mais rápido. O mesmo acontece com o quadril. Qualquer combinação incorreta entre a forma da “bola” e o soquete vai levar a uma degeneração precoce. Condições tratáveis do quadril podem acontecer em qualquer idade, do nascimento à idade adulta. Todos os recém-nascidos passam por um exame de avaliação para verificação da estabilidade ou displasia do quadril. O médico se assegura de que a “bola” (a cabeça do fêmur) esteja bem posicionada no soquete (acetabulum). Um médico experiente pode diagnosticar até mesmo anormalidades sutis. Se o pediatra está preocupado com os quadris do bebê, ele indicará um cirurgião ortopédico infantil para confirmação e tratamento. Um ultrassom (sem exposição à radiação) é usado em recém-nascidos para a obtenção de informações adicionais sobre a posição e a forma do quadril. Quando necessário, um tratamento não invasivo geralmente dá bons resultados, e além dos exames de acompanhamento durante a infância, não há necessidade de cirurgia. Embora muitos pacientes com anormalidades nos quadris sejam identificados quando bebês, outras crianças podem não apresentar nenhum sintoma até crescerem e se tornarem mais ativas ou adolescentes. O aparecimento gradativo da dor nos quadris numa criança em idade escolar sem a presença de nenhum trauma específico ou outra doença pode representar os primeiros sinais de displasia. Uma avaliação cuidadosa e o tratamento por um cirurgião ortopédico infantil são necessários para um quadril saudável provavelmente por toda a vida. Em uma criança maior, o tratamento pode consistir de uma observação cuidadosa, aparelhos ou até mesmo cirurgia. Além da displasia, várias outras condições podem também causar dores na região dos quadris, virilha e até mesmo nos joelhos. Infecções bacterianas na articulação do quadril representam uma emergência grave e requerem tratamento urgente para a prevenção de danos a longo prazo. Geralmente, a resposta do corpo a uma infecção do trato respiratório superior, conhecida como sinovite transitória, pode causar dor nos quadris e fazer com a criança comece a mancar. Às vezes é difícil se diferenciar entre essas duas condições, sendo que uma delas é considerada uma emergência e a outra não necessita tratamento e se resolve sozinha. A avaliação do clínico geral, de um médico da Unidade de Emergências, ou um cirurgião ortopédico infantil é fundamental para a prevenção de danos de longa duração. Problemas com o suprimento de sangue para a “bola” da articulação do quadril (doença de Perthes) podem apresentar sintomas como um aparecimento gradativo de dor no local, redução do movimento do quadril e mancar ao andar. O tratamento precoce para a preservação do formato da “bola” enquanto o suprimento de sangue é restabelecido previne problemas futuros, inclusive o desenvolvimento de artrite dolorosa. Outra condição comum em crianças mais velhas e adolescentes é chamada deslizamento da epífise femoral capital (SCFE em inglês). Essencialmente, a “bola” do soquete do quadril se desloca podendo levar a deformidades severas e um rápido desgaste da articulação. O aparecimento dos sintomas pode ser gradativo, mas pode também ocorrer de repente, e a cirurgia é necessária para a prevenção da progressão dos sintomas. Mesmo com a detecção precoce e o tratamento de várias dessas doenças infantis do quadril, muitos pacientes ainda desenvolvem uma deformidade da “bola” ou do soquete da articulação. Vários destes pacientes são atletas que forçam demais os quadris. Antigamente, estas crianças precisavam desistir dos esportes que amavam e eram candidatos a uma cirurgia de substituição do quadril quando ainda jovens. Contudo, novas técnicas cirúrgicas foram desenvolvidas para que crianças possam voltar a praticar um esporte, e também para retardar significativamente ou mesmomevitar a necessidade de uma cirurgia de substituição do quadril. Cirurgiões ortopédicos infantis especializados executam procedimentos que aliviam a dor, melhoram a função, e proporcionam ao paciente um quadril saudável pela vida toda. Com o uso da artroscopia (pouco invasiva) e com técnicas abertas, cirurgiões podem impactar positivamente a vida de muitos pacientes. Com o diagnóstico e o tratamento precoce de crianças, é possível reverter a epidemia de artrite nos quadris existente atualmente.
 

Share this post

Learn More About CSC Broward

Accessibility Statement

Our organization provides leadership, advocacy and resources to enhance the lives of the children of Broward County and empower them to become responsible, productive adults.

Stay Connected